AUTOATENDIMENTO

Uniso conquista Prêmio Sorocaba de Inovação
23/11/2017 - 20h00

A Fundação Dom Aguirre (FDA), mantenedora da Uniso, ficou em primeiro lugar na categoria “Inovação Social”, com o Programa de Educação de Jovens e Adultos (Proeja-Uniso), e em terceiro lugar na categoria Universidades, com a Uniso, no Prêmio Sorocaba de Inovação.  Promovido pelo Parque Tecnológico de Sorocaba, a premiação tem como objetivo reconhecer os projetos inovadores que contribuem para o desenvolvimento da cidade.
Para chegar à final, os projetos participaram de duas etapas: a avaliação do material inscrito pela Comissão Julgadora, que selecionou os semifinalistas para uma apresentação presencial, definindo os três primeiros colocados de cada categoria, como a Uniso e o Proeja. Também foram premiados os mais votados pelo público.
A Uniso e o Proeja foram contemplados com troféu, certificado e selo digital da premiação. O Proeja também terá acesso à Agência de Desenvolvimento e Inovação de Sorocaba – Inova e ao Programa de apoio à criação de negócios – HUBIZ, com gratuidade de um ano.
A cerimônia de entrega do Prêmio aconteceu no dia 16 de novembro, no Seminário de Inovação do Parque Tecnológico de Sorocaba, que encerrou o 4º Empreende Sorocaba.
Esta é a primeira edição do Prêmio, promovido em sete categorias, previsto sob o artigo 28 da Lei Municipal 9.672 de 2011. O objetivo é identificar e reconhecer esforços inovadores que contribuam para o desenvolvimento e a consolidação do Município de Sorocaba como um dos polos de Inovação no Brasil.
Informações: www.premiosorocaba.com.br.

Proeja – O Programa de Educação de Jovens e Adultos (Proeja/Uniso) faz parte das ações de Extensão da Uniso e tem como objetivo viabilizar em conjunto com a comunidade e cidades da Região, a possibilidade de conclusão do ensino fundamental.
Atualmente, o Programa acontece nas cidades de Alumínio, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Boituva, Capela do Alto, Itapetininga, Mairinque, Pilar do Sul, São Roque, Tatuí e em Sorocaba, na Associação Círculo Operário.
Desde que foi criado, em 1998, 28.111 alunos passaram pelo Programa, com 5.202 formandos, e também foram realizados 4.113 exames oftalmológicos gratuitos aos participantes em parceria com o BOS. A coordenação é da professora Beatriz Elaine Picini Magagna.

Fotos: Fábio Molina



Profa. Beatriz Magagna (seg. à esq.) recebe prêmio pelo Proeja

Prof. Daniel Bertoli Gonçalves (quarto à dir.) recebe prêmio pela Uniso