A Universidade

Entidade Mantenedora


A Universidade de Sorocaba é mantida pela Fundação Dom Aguirre, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Sorocaba. Integram a Fundação Dom Aguirre, o Conselho Superior, o Conselho Fiscal, a Secretaria Executiva e a Administração Geral.

Apresentação


A Universidade de Sorocaba - Uniso é uma Universidade comunitária, regional, não confessional, de qualidade, cuja primeira semente foi a Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Sorocaba, criada em 1951, que começou a funcionar efetivamente em 1954, com dois cursos: Pedagogia e Letras Neolatinas, e apenas 27 alunos.

Hoje, a Uniso tem mais de 60 cursos de graduação, oferece cursos de pós-graduação lato e stricto sensu, e cursos de extensão. Seus alunos vêm de 70 cidades, localizadas num raio de 100 quilômetros ao redor de Sorocaba, e estão distribuídos em três câmpus: Cidade Universitária Professor Aldo Vannucchi, inaugurada em 1999; câmpus Trujillo, onde foi implantada a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, em 1954; e câmpus Seminário, desde 1994.

Dentro da organização do Ensino Superior Nacional, a Uniso está concebida como Universidade:

Comunitária, tanto pela propriedade como pela gestão, pois é propriedade da comunidade e não do Estado nem de particulares. Por isso, para geri-la, além do Conselho Superior da sua Entidade Mantenedora, presidido pelo Arcebispo da Arquidiocese de Sorocaba e integrado por mais oito membros categorizados da sociedade sorocabana, a Uniso conta com colegiados internos, dentre eles, o Conselho Universitário – Consu, formado por dirigentes, professores, alunos e funcionários da Instituição, por representantes da sua Entidade Mantenedora, da Prefeitura Municipal, da Câmara Municipal, da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – Ciesp. Sendo da comunidade, a Uniso existe para servi-la com eficiência, por meio de um gerenciamento rigoroso e sempre atualizado.

Não confessional, ou seja, embora a sua Entidade Mantenedora tenha sido instituída pelo Bispado de Sorocaba, a Uniso não é propriedade da Igreja Católica nem tem proposta acadêmica a ela vinculada, mas se inspira em valores cristãos.

Regional, porém, sem perder suas características universais, a Uniso está atenta às características e às necessidades da região de Sorocaba. Nessa Região, a Uniso está crescentemente inserida, produzindo e disseminando o saber, com efetividade social, como agente poderoso de operacionalização das expectativas básicas da coletividade regional.

De qualidade, ou seja, dimensionada pela busca de uma constante e expressiva concretização da universalidade do saber e pela coerência com o seu projeto pedagógico pautado pelos critérios de avaliação dos órgãos competentes e não pelo mero crescimento quantitativo.

Missão


"Ser uma Universidade Comunitária que, por meio da integração do ensino, da pesquisa e da extensão, produza conhecimentos e forme profissionais, em Sorocaba e Região, para serem agentes de mudanças sociais, à luz de princípios cristãos".

Objetivo Pedagógico


A Uniso tem por objetivo pedagógico precípuo a produção e a socialização do conhecimento, por meio da indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão, visando ao desenvolvimento humano e social.

Documentos Oficiais


Código de Ética

Destina-se, para fim de observância de seus preceitos, aos dirigentes da Universidade, aos seus servidores docentes e não docentes, ao corpo discente, aos servidores terceirizados e às demais pessoas que se utilizem de bens da Universidade.

O Código de Ética da Universidade foi aprovado pela Resolução Consu nº 013/13.

Código de Ética


Estatuto

É o documento que institucionaliza o trabalho da Universidade, definindo seus objetivos, organização administrativa e acadêmica, e comunidade universitária. O organograma da Universidade consta neste documento.

O Estatuto foi aprovado pela Resolução Consu nº 008/10.

Estatuto da Uniso


Regimento

É o documento que regula o funcionamento da Universidade, disciplinando-lhe as atividades de ordem científica, didático-pedagógica, comunitária, administrativa e disciplinar.

O Regimento foi aprovado pela Resolução Consu nº 046/12.

Regimento da Uniso


Regulamento Acadêmico

É o documento que normaliza os procedimentos acadêmicos da Universidade, previstos em seu Regimento.

O Regulamento Acadêmico foi aprovado pela Resolução Consu nº 047/12.

Regulamento Acadêmico


Identidade Visual


O símbolo identificador da Universidade de Sorocaba contém três elementos: as letras U e S e uma esfera.
A letra U, de Universidade, é azul, cor que cria a sensação de profundidade, transcendência e idealismo.
A letra S, de Sorocaba, representa a estrada, sugerindo caminho trilhado pelos tropeiros - página marcante da história sorocabana - a ser percorrida agora por uma Universidade que se pretende regional.

A esfera amarela representa:

  • A universalidade do campo de conhecimento, traço essencial de toda Universidade;
  • O sol da Verdade Divina que deve iluminar a vida intelectual;
  • O caráter comunitário da Uniso, que engloba diferentes segmentos, tanto da comunidade interna como externa.

Estrutura Administrativa


Órgãos Deliberativos Ver texto

Conselho Universitário - Consu:
Órgão máximo de natureza normativa, deliberativa, consultiva e recursal da Universidade; é composto por dirigentes e por representantes dos docentes, dos discentes e dos técnicos-administrativos da Instituição, e por representantes da Entidade Mantenedora e da comunidade externa.

Colegiados de Curso:
Coordenam as atividades de cada curso de graduação e de pós-graduação stricto sensu.
Cada Colegiado é constituído pelo Coordenador e docentes do Curso, e pelo respectivo representante discente.


Órgãos Executivos Ver texto

Reitoria

Supervisiona e coordena todas as atividades da Universidade; é exercida pelo Reitor, auxiliado diretamente pelo Pró-Reitor Acadêmico e pelo Pró-Reitor Administrativo.

Prof. Dr. Fernando de Sá Del Fiol
fernando.fiol@prof.uniso.br

Foi eleito Reitor da Universidade em 2009, tem mandato até o ano de 2018. Foi Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade de Sorocaba (2006-2009) e Coordenador do Curso de Farmácia (2002-2006) É atualmente professor do Programa de Mestrado em Ciências Farmacêuticas. É farmacêutico, com graduação em 1990. Fez mestrado, doutorado e pós-doutorado em Farmacologia na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em 2009 e 2011 fez aperfeiçoamento em Doenças Infecciosas na Universidade de Harvard (EUA). Foi, de 2006 a 2012, membro da CTAA (Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação) do Ministério da Educação, instância de acompanhando da avaliação de Cursos de graduação e de Instituições de Ensino Superior. É consultor (avaliador) do Conselho Estadual de Educação (SP) e do Ministério da Educação (Avaliador Institucional e Avaliador de Cursos de Farmácia). Em sua carreira acadêmica, publicou 27 artigos em periódicos especializados e 52 trabalhos em anais de eventos. Apresentou trabalhos em seis congressos no exterior e 44 no Brasil. Publicou 39 capítulos de livros. Orientou 11 dissertações de mestrado. Atua na área de Farmacologia, com ênfase em Uso Racional de Antimicrobianos e Resistência Bacteriana.


Pró-Reitor Acadêmico

A Pró-Reitoria Acadêmica é o órgão executivo que atende à comunidade interna e externa, nas áreas em que atua: Ensino, Pesquisa e Extensão.

Prof. Dr. José Martins de Oliveira Jr.
jose.oliveira@prof.uniso.br

Bacharel em Física pela Universidade Estadual de Londrina, Mestre em Física Nuclear pela Universidade de São Paulo e Doutor em Ciências, com ênfase em Física Nuclear pela Universidade de São Paulo. No Pós-Doutorado trabalhou no estudo de propriedades espectroscópicas de núcleos exóticos (11N e 10N). Atualmente é professor titular do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, nível Mestrado Acadêmico, e do Programa de Pós-Graduação em Processos Tecnológicos e Ambientais, nível Mestrado Profissional, ambos da Universidade de Sorocaba. Tem larga experiência na área de Física Nuclear Aplicada, tendo atuado principalmente nos seguintes temas: estudo de reações nucleares e de propriedades espectroscópicas de núcleos exóticos, uso da técnica da tomografia computadorizada e da atenuação da radiação gama e raios-X em estudos não destrutivos de materiais e sistemas biológicos, desenvolvimento de software e hardware relacionados à visualização de dados, processamento de sinais e estudo de propriedades físico-químicas de formas farmacêuticas sólidas. Na Uniso, atuou como coordenador do curso de Física, coordenador do Laboratório de Física e coordenador das Licenciaturas


Pró-Reitor Administrativo

A Pró-Reitoria Administrativa é o órgão executivo que supervisiona e coordena as atividades administrativas da Universidade.

Prof. Dr. Rogério Augusto Profeta
rogerio.profeta@uniso.br

Possui Graduação em Administração de Empresas pela Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativas de Sorocaba, Mestrado em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutorado em Administração pela Universidade de São Paulo. Atuou como Professor visitante da Universidade Metodista de Piracicaba e como Professor visitante - FATEC - Sorocaba - Fundação Paula Souza. Participou de Projeto de Pesquisa financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração da Produção, atuando principalmente nos seguintes temas: produção, logística, estratégia, qualidade, produtividade e just in time. Atua também como Secretário Executivo da Fundação Dom Aguirre - mantenedora da Uniso, desde abril de 2008. Na Uniso, foi professor e coordenador dos cursos de Administração, de Gestão da Produção Industrial e de Gestão de Logística.


Coordenadorias de CursoVer texto

Cada Curso de graduação e pós-graduação stricto sensu é coordenado por um professor, indicado pelos docentes do Curso, por meio de eleição, e escolhido pelo Reitor.

Avaliação Institucional Externa


 

Dimensão Descrição Conceito das Dimensões Conceito Final
1 A missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI); 3  
2 A política para o ensino (graduação e pós-graduação), a pesquisa, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, para as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades. 4  
3 A responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural. 4  
4 A comunicação com a sociedade. 4  
5 As políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, seu desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho 3 4
6 Organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios 3  
7 Infraestrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação. 4  
8 Planejamento e avaliação, especialmente em relação aos processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional. 4  
9 Políticas de atendimento aos discentes. 2  
10 Sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior 3  

Índice Geral de Cursos

Ano Conceito
2011 3
2010 3
2009 3

Educação a Distância

Ano Curso Organização Institucional Corpo Social Instalações Físicas Conceito Final
2008 3 Credenciamento Institucional EaD – Lato Sensu 4 4 4